A carregar Eventos

« Todos os Eventos

  • Este evento já decorreu.

Instalação de António Poppe // Uma imagem para contemplar o amor que nunca pára a revelação da natureza

10 Junho | 15:00 - 13 Junho | 19:00

A instalação apresentada, é uma dedicatória, e tem como título <<uma imagem para contemplar o amor que nunca pára a revelação da natureza>>. O amor como tema. Existe outro tão e sempre contemporâneo? O amor que nunca pára a revelação da natureza.

 

O amor é feito de crânio-coral-desenho-mesa-martelo-círculo-batata-implacável-couro. A composição desta grande imagem feita de pequenas e mesmo invisíveis imagens, tem como raiz este puzzle junção da caixa craniana. Osso molar saliente em mergulho.

 

O amor é este osso. Mais o silêncio colosso silêncio. É dedicado a Mumtazz, com quem escrevi o livro azul <<o agitador e a corrente>> presente quase ao centro da parede dos círculos vazios. O livro. A sua capa. A letra grega. A cauda do livro. O cu do livro.

 

E claro, na fontanela do pêlo todos os mistérios da harmonia. Anunciação. A musica reina. A grande imagem é uma memória-de-composição. A criatura criadora que não se afasta da sua matéria prima Na porção de esplendor nunca terminado. Esferas amam tangentes. O que mais existe? Para alem deste gotejar oceânico é tremendo que se atravessa. Tremendo de força e tremendo de vicejares que se apuram.

 

A grande imagem aqui criada é como toda a arte. Um acto de amor.

Detalhes

Início:
10 Junho | 15:00
Fim:
13 Junho | 19:00
Categoria de Evento:

Local

Palácio Ribamar
Palácio Ribamar
Oeiras, Portugal
+ Mapa do Google